fbpx

A empresa que tem como meta começar a importar deve estar ciente de que essa não é uma prática simples, pois sujeita a diversas exigências legais e administrativas.

Diante disso, fica o questionamento, a atividade de importar é realmente lucrativa?

A resposta é SIM! Desde que você saiba o que está fazendo e coloque um planejamento minucioso em ação.

O planejamento e um bom tempo gasto com pesquisa irá dizer se a sua empresa está pronta para importar e entrar definitivamente no mercado internacional.

 

O que você deve considerar antes de começar a importar?

O primeiro ponto a ser analisado antes de importar é se o produto que sua empresa almeja importar será competitivo no mercado interno. Para ter essa informação precisa, você dependerá de muito outros aspectos que devem ser analisados com cautela.

 

O custo do produto a ser importado

Analise os seguintes parâmetros:

  1. Preços que são praticados pela concorrência para esse mesmo produto e para produtos similares.
  2. Certifique-se de que você tenha todas as informações sobre a mercadoria que irá importar a fim de fazer a classificação fiscal de forma correta
  3. Com a classificação fiscal em mãos, pesquise tudo sobre o produto que deseja importar
  • Impostos de importação
  • Taxas do Siscomex
  • Fornecedores
  • Frete internacional e nacional
  • Cotação para conversão da moeda
  • Restrições e proibições
  • Tratamentos administrativos

 

Munido de todas essas informações você será capaz de saber o quanto deve investir para que toda a operação aconteça.

 

Quanto você quer ganhar com essa importação?

O segundo ponto a se considerar antes de importar é a margem de lucro. Agora que você já sabe o quanto irá desembolsar para importar este item é hora de fazer uma estimativa do preço de venda de acordo com a margem de lucro que faça sentido dentro da sua operação.

Ok, agora que você já sabe quanto o seu produto irá custar considere o terceiro ponto!

 

Competitividade no mercado doméstico

Analise se o preço de venda é maior, menor ou igual ao da sua concorrência, pois no final do dia, esse é um dos aspectos mais importantes para saber o quão competitivo a sua mercadoria é, porém não é o único.

A pesquisa da concorrência não deve ser feita somente no âmbito de valores, mas também de atendimento e principalmente de como o consumidor que compra determinado item se comporta.

Dessa forma você pode detectar gaps da concorrência e verificar se existem demandas dos clientes que ainda não foram atendidas.

O valor de venda mais alto não te torna necessariamente menos competitivo, desde que você consiga oferecer diferenciação na entrega e na experiência do cliente, claro, se isso importar para o nicho que você está buscando alcançar!

Por isso uma premissa básica é entender a jornada de compra do seu público.

 

Então recapitulando: para saber se a sua empresa está pronta para começar a importar tenha a certeza que:

  • Sua empresa dispõe do valor necessário a ser investido para importar.
  • Sua empresa conhece todos os procedimentos administrativos e legais para realizar a importação.
  • Sua empresa possui algum diferencial competitivo (preço, valor agregado, entrega, experiência e etc) diante da concorrência.

 

Quer começar a importar e não dispõe de tempo para realizar todo esse estudo? Entre em contato com a FIRST e conheça nossa soluções!