Conheça os principais termos e siglas usadas no Comex

Conheça os principais termos e siglas usadas no Comex

As operações e transações de Comércio Exterior (Comex) são repletas de termos e siglas que costumam gerar muitas dúvidas.

Para que não restem mais dúvidas a FIRST preparou um glossário com os principais termos e siglas usadas no Comércio Exterior – Comex, não deixe de conferir!

Acordo bilateral: Acordo comercial firmado entre dois países ou mais que isenta ou reduz a carga tributária sobre importações e exportações.

AFRMM: Sigla para Adicional ao Frete para Renovação da Marinha Mercante.

Aladi: Associação Latino-Americana de Integração. Formada por: Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Colômbia, Cuba, Equador, México, Paraguai, Peru, Uruguai e Venezuela.

Agenciamento de carga: Serviço que otimiza processos logísticos, especialmente no que diz respeito ao transporte internacional de cargas.

Armador: Pessoa física ou jurídica que por sua própria conta e risco, equipa, mantém e explora comercialmente um ou mais navios mercantes.

AWB: Sigla para Air Way Bill, conhecimento de transporte aéreo.

BL: Sigla de Bill of lading, conhecimento de embarque marítimo.

Bulk Cargo: Carga à granel, ou seja, sem embalagem.

Bulk Carrier: Navio graneleiro, destinado ao transporte de cargas a granel.

Cabotagem: Navegação pela costa do País de origem da embarcação;

Capatazia: Taxa para movimentação de cargas em um porto.

Certificado de origem: É a certificação de origem da carga a ser apresentada na alfândega.

Collect: Expressão usada para fazer referência a frete internacional pago no destino.

Contêiner: Equipamento de metal no formato de uma grande caixa, muito utilizado no Comex

CFR: Incoterm cuja sigla significa Cost and Freight ou Custo e Frete.

CIF: Incoterm cuja sigla significa Cost, Insurance and Freight ou Custo, Seguro da Carga e Frete.

CIP: Incoterm cuja sigla significa Carriage and Insurance Paid To ou Transporte e Seguro Pagos Até.

CPT: Incoterm cuja sigla significa Carriage Paid To ou Transporte Pago Até.

Cubagem: Relação peso/espaço que uma mercadoria ocupa.

DAP: Incoterm cuja sigla significa Delivered At Place (entregue no local de destino).

DDP: Incoterm cuja sigla significa Delivered Duty Paid ou Entregue com Taxas Pagas.

Despachoaduaneiro: Procedimento para verificação da exatidão dos documentos e dados declarados pelo importador.

DPU: Incoterm cuja sigla significa Delivered At Place Unloaded (Entregue no local desembarcado).

Draft: Uma espécie de rascunho do Conhecimento de Embarque.

Drawback: Regime aduaneiro especial que consiste na suspensão u isenção de tributos incidentes dos insumos importados e/ou nacionais vinculados a um produto a ser exportado.

DUIMP: Sigla para Declaração Única de Importaço. Documento eletrônico com o objetivo de centralizar todas as informações e dados na importação de mercadorias.

Estufagem: Ato de preencher um contêiner com mercadorias.

ETA: Termo do transporte marítimo, que significa dia da atracação.

ETS: Termo do transporte marítimo, que significa dia da saída.

EXW: Ex Works – Na Origem (local de entrega nomeado).

Fatura Comercial: Documento que espelha a operaço de compra e venda entre o importador e o exportador. Também conhecido como Invoice ou Comercial Invoice.

FAS: Free Alongside Ship – Livre Ao Lado Do Navio (porto de embarque).

FCA: Free Carrier – Livre No Transportador (local de entrega).

FOB: Free On Board – Livre A Bordo (porto de embarque).

Freight Collect: Frete a cobrar, ou seja, a pagar, em geral pago no destino.

Freight Forwarders: Transitário de Carga.

Freight Payable at Destination: Semelhante ao freight collect, porém, pagamento no destino.

Freight Prepaid ou Freight Paid: Frete pré-pago ou frete pago na origem.

GR: Cálculo de armazenagem do terminal de cargas.

HAWB (House Airway Bill): Conhecimento Aéreo emitido pelo Consolidador da carga.

ICC (International Chamber of Commerce): Câmara Internacional de Comércio.

ICMS: Imposto sobre circulação de mercadorias e serviços.

II: Imposto de Importação.

Incoterms: Termo em inglês para abreviatura de International Commercial Terms.

IPI: Imposto sobre Produtos Industrializados.

JOB LOT: Lote negociável de mercadorias.

LI: Sigla utilizada para fazer referência à licença de importação.

Manifesto de carga: Documento ou informação prestada pela companhia aérea, via sistema Siscomex.

Mantra: Sistema Integrado de Gerência do Manifesto, do Trânsito e do Armazenamento.

Metros cúbicos ou CBM: Multiplicação entre comprimento, largura e altura.

Mercosul: Integração econômica e comercial entre Argentina, Brasil, Paraguai e Uruguai.

Modais de Transporte: Tipos ou meios de transporte existentes.

NCM (Noenclatura Comum do Mercosul): Código de oito dígitos para identificar a natureza das mercadorias.

Overweight: Excesso de carga.

Packing List: Documento com detalhes técnicos, dimensões e peso das mercadorias.

PIS: Sigla para o imposto referente ao Programa de Integração Social.

Prepaid: Frete pago na origem.

Proforma invoice: Rascunho disponível para correção da Fatura Comercial.

RADAR: Registro e Rastreamento da Atuação dos Intervenientes Aduaneiros.

RFB: Receita Federal do Brasil.

Recof: Regime de Entreposto Industrial sob Controle Aduaneiro Informatizado.

SDA: Sindicato dos Despachantes Aduaneiros.

Siscomex: Sistema da Receita Federal do Brasil para registro de operações de comércio exterior – Comex.

TBRS: Tarifas Externas Comum.

TETI: Transportador Estrangeiro de Trânsito Internacional.

Voyage: Viagem de longo curso.

W/M: Taxa cobrada por metragem cúbica ou CBM.

Zona primária: Área demarcada pela autoridade aduaneira nos portos, aeroportos e pontos de fronteira alfandegados.

Zona secundária: Compreende o território aduaneiro, com exclusão da zona primária.

Para saber mais sobre o comércio internacional de mercadorias – Comex, continue acompanhando o Blog da FIRST S.A.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Abrir Whatsapp
1
Podemos ajudar?
Oi!
Posso ajudar?